Sexta-feira, 24 de setembro de 2021
Logomarca NO AR Notícias
Política

Agricultura vai discutir suspensão de recursos para armazenagem

12/08/2021 06:34
Agricultura vai discutir suspensão de recursos para armazenagem

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (11), o Requerimento Nº 85/2021, de autoria do deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS), que prevê a realização de audiência pública para discutir o tema “A suspensão de recursos para armazenagem”.

De acordo com o parlamentar, a iniciativa se deve à decisão do Bando Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em suspender, a partir do dia 26 de julho deste ano, os protocolos de pedidos de financiamento no âmbito do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) para operações com taxa de juros prefixada de até 7% ao ano. “Precisamos entender os motivos do BNDES para emitir uma circular dessa natureza, uma vez que há uma forte demanda para a construção de armazéns e investimentos em infraestrutura”, destacou Jerônimo. Os recursos do banco para armazenagem se esgotaram em menos de um mês de vigência do Plano Safra.

Já o diretor-executivo da Associação das Empresas Cerealistas do Brasil (ACEBRA), Roberto Queiroga, destaca que a decisão do BNDES dificulta ainda mais a busca pela redução do altíssimo déficit por armazenagem no país. “A depender dos recursos oficiais, nós levaríamos meio século para acabar com essa defasagem, isso se não tivéssemos a manutenção da atual produtividade de grãos”, comparou o dirigente.

Outra linha de crédito rural operada pelo BNDES também foi suspensa devido à alta demanda por crédito na largada do Plano Safra 2021/2022. Trata-se do Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop), que é a linha destinada às cooperativas. “Isso significa que o Orçamento está curto e vamos precisar encontrar alternativas. Há muita vontade de crescer e investir”, finalizou Jerônimo.

A secretaria da CAPADR ainda definirá data e horário para a realização da audiência pública. Para discutir o assunto serão convidados representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Confederação Nacional da Agricultura (CNA).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação