Terça-feira, 16 de janeiro de 2018
PESQUISAR NO SITE
14/08/2013 | Política | Ana Amélia Lemos

Ana Amélia apoia permanência de alunos especiais nas Apaes

A permanência dos alunos especiais nas Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) foi apoiada pela senadora Ana Amélia (PP-RS), vice-presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado, durante reunião do colegiado nesta terça-feira (13). A possibilidade de substituição do trabalho das Apaes pelas escolas regulares é tratada na Meta 4 do Plano Nacional de Educação.

Conforme argumentou a senadora, dirigentes de Apaes e pais dos alunos do Rio Grande do Sul manifestam enorme preocupação com a chance de alteração, prevista no substitutivo do senador José Pimentel à Meta 4 do PNE. A proposta, aprovada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e em tramitação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, congela de forma indireta o repasse de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), a partir de 2016, a instituições especiais de ensino. Dessa forma, inviabilizado o atendimento das Apaes, os alunos seriam obrigados a estudar em escolas regulares.

-- Essas crianças requerem um cuidado especial e recebem esse atendimento diferenciado dos profissionais que atuam nas Apaes. Modificar essa realidade não é uma atitude adequada -- comentou a senadora, anunciando também a mobilização que será realizada nesta quarta-feira (14), em Brasília, por representantes das Apaes de todo o Brasil.

No Rio Grande do Sul existem 208 Apaes que contemplam 454 municípios. São mais de 4,3 mil profissionais especializados que atendem mais de 19,5 mil alunos.

Assessoria Senadora

Ana Amélia Lemos
Senador(a) | PP