Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
PESQUISAR NO SITE
28/04/2017 | 06:30 | Notícias | Regional

TRE julga improcedente recurso da ação que acusa prefeito e vice de compra de votos em Alegria

O TRE – Tribunal Regional Eleitoral, rejeitou por unanimidade nesta quinta-feira (27-04), o pedido de cassação do prefeito e vice de Alegria, Gustavo Teixeira Bigolin e Elói Bernardo Bohm, que foram acusados de abusarem de poder econômico nas últimas eleições municipais. O julgamento de ontem, manteve a decisão de primeira instância  proferida pela juíza Eliane Aparecida Resende Lopes, titular da 89ª Zona Eleitoral.

A ação foi movida, pela coligação: Unidos por Uma Alegria Ainda Maior (DEM/PMDB/PDT), que acusou os candidatos do PP – Partido Progressista, de distribuírem adubos com a intenção de obter votos.

Na época a magistrada Eliane Aparecida Resende Lopes havia seguido o mesmo entendimento da promotora Carolina Zimmer, de que não haviam provas da existência do crime de compras de votos e abuso de poder econômico.

A defesa do prefeito e vice foi feita pelo advogado Juarez Antônio da Silva.
 

Fonte: No Ar Notícias