Domingo, 19 de agosto de 2018
PESQUISAR NO SITE
07/03/2014 | 10:33 | Notícias | Estadual

Prefeito Mota não descarta possibilidade de prorrogar licença do cargo por mais tempo em Boa Vista do Buricá

NOTÍCIA COM ÁUDIO

O prefeito Antônio Sérgio de Vargas Mota, de Boa Vista do Buricá, decidiu se licenciar do cargo para cuidar de questões profissionais. De acordo com Mota, neste período ele vai se dedicar para a atividade médica, porém continuará prestando assessoramento para a administração que será tocada pelo vice Vilimar Sidinei Horbach.

Antônio Mota salientou em entrevista para o repórter Antônio de Oliveira, que a administração de Boa Vista do Buricá, vive um momento positivo em todas as áreas. Ele destacou que atualmente o município tem depositado o equivalente ao pagamento de três folhas para o funcionalismo e existe a previsão de investimento de aproximadamente 8 milhões de reais obtidos por meio de projetos no governo do estado e federal. 


O prefeito Mota, negou qualquer possibilidade de renuncia ao cargo, porém não descartou de que poderá ampliar o período de afastamento do cargo de prefeito do município de Boa Vista do Buricá.


Em relação as criticas do vereador Fábio Rodrigo Kunrath (Pingo) do partido PSDB, Mota, disse que não dá credibilidade as declarações do legislador que tem se mostrado contra as conquistas do município, dando a impressão de quer á favor da máxima “quanto pior, melhor”.
 

O prefeito Mota, está em férias até o próximo dia 12, quando irá passar oficialmente o comando do executivo de Boa Vista do Buricá para o vice, Vilimar Sidinei Horbach. A licença de quatro meses entra em vigor a partir de 13 de março e se estenderá até o dia 11 de julho. Durante o afastamento o prefeito Mota, não será remunerado durante a licença.

Antônio Mota é médico e exerce a profissão em uma clinica particular em Boa Vista do Buricá e na Associação Hospitalar Boa Vista, para casos particulares e de convênios.
 

Confira na parte superior desta página, entrevista do prefeito Antonio Mota, sobre a decisão de se licenciar do cargo pelo período de 4 meses.

Fonte: No Ar Notícias