Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
PESQUISAR NO SITE
09/01/2018 | 21:46 | Notícias | Nacional

Maluf pode cumprir pena em presídio, aponta novo laudo do IML

O deputado cumpre pena definitiva de sete anos e nove meses

De acordo com o novo laudo do Instituto Médico Legal (IML) do Distrito Federal, não há impedimentos para que deputado Paulo Maluf, do PP de São Paulo, continue preso na Penitenciária da Papuda, em Brasília. O parlamentar foi condenado por receber propina em contratos públicos com as empreiteiras Mendes Júnior e OAS quando era prefeito de São Paulo, entre 1993 e 1996.

Este foi o segundo laudo entregue à Justiça e serviu para responder a questionamentos dos advogados do parlamentar. Isso porque a defesa de Maluf não concordou com o primeiro laudo apresentado pelo IML, que também atestou a capacidade do parlamentar em cumprir a pena na Papuda. Os advogados alegam que Maluf deve cumprir prisão domiciliar por ter câncer de próstata, problemas cardíacos e na coluna, além de hérnia de disco.

Apesar disso, o novo laudo do IML concluiu que ele tem doenças graves, mas que não há algum impedimento ao cumprimento da pena privativa de liberdade recolhido no Centro de Detenção Provisória, o CDP, desde que seja assistido pela equipe médica.

O deputado cumpre pena definitiva de sete anos e nove meses, definida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Reportagem, Cintia Moreira.

Fonte: Assessoria de Comunicação