Quinta-feira, 13 de dezembro de 2018
PESQUISAR NO SITE
11/10/2018 | 15:09 | Notícias | Educação

FAHOR recebe visita da Unoesc e IFFar

A FAHOR é destaque na região por sua infraestrutura de qualidade, com excelentes laboratórios, salas de aula diferenciadas, proximidade com empresas e o mercado de trabalho e a forte contribuição para o desenvolvimento regional. Com o objetivo de conhecer melhor a instituição, nesta semana, a Faculdade recebeu a visita de estudantes e professores da Unoesc, do estado de Santa Catarina e também do Instituto Federal Farroupilha, Campus Santo Ângelo.

Os estudantes vindos de Santa Catarina cursam Administração e durante a visita técnica em Horizontina também conheceram a Natusomos - Lixo Eletrônico e a John Deere. Os acadêmicos foram acompanhados pela professora Elis Zanin, que explica que o objetivo da visita à FAHOR foi entender o foco da instituição e como ela está alinhada ao desenvolvimento local. “Nós também somos uma instituição comunitária, mas é uma realidade diferente, lá os estudantes estão acostumados com o dia a dia, então, trazer eles para outro local, entender o papel da Faculdade aqui para o desenvolvimento local é extremamente importante. Sem dúvida a FAHOR agrega pelo conhecimento que ela tem desenvolvido e hoje concretiza com o nosso objetivo de mostrar essa realidade de ensino, mostrar a evolução e a busca pelo desenvolvimento local”, comenta Elis.

A turma de estudantes do 3º ano do Ensino Médio, do IFFar também conheceu a FAHOR e Natusomos. O objetivo da visita ao Campus, segundo o professor Amarilio Mello foi conhecer um pouco mais dos laboratórios, tendo em vista a proximidade da instituição com empresas multinacionais. “Estamos todos surpresos com a organização e nível tecnológico da FAHOR. Quanto mais distante dos grandes centros, você vai se surpreendendo cada vez mais com a existência desses centros de alta tecnologia. Normalmente as instituições formam e depois não se sabe o que vai acontecer, e aqui eu vejo que os estudantes são muito direcionados, são absorvidos pelas empresas e já com uma qualidade necessária para o trabalho”, relata Amarilio.

Fonte: Assessoria Comunicação